por -

Ter um funcionário desalinhado com a cultura da empresa pode causar alguns problemas e ainda gerar grandes custos. Tive que aprender isso na raça e errei muito! Porém, você não precisa passar por isso e pode, agora, aprender como realizar contratações boas.

Neste artigo vou te explicar quais são as duas grandes leis que uso para guiar a minha seleção de candidatos. Confira e saiba como encontrar a pessoa certa para a sua empresa.

1º lei – Grandes números

Eu errei muito nisso. No entanto, com o passar do tempo percebi que para realizar contratações boas é preciso entrevistar muitas pessoas, no mínimo 10.

“Mas Érico, e se eu marcar apenas três conversas e gostar de um dos candidatos?” Não importa! Mesmo se você gostar da primeira pessoa, faça um novo anúncio, aguarde as candidaturas e marque ao menos 10 entrevistas para, só então, decidir se a sua primeira opção era realmente a escolha certa.

Com isso, se por acaso a pessoa que você contratou não se encaixar na cultura da sua empresa ou tiver algum problema, você não ficará apegado e nem dependente dela, afinal, terá outras nove opções para escolher, certo?

Além disso, com a lei dos grandes números se obtém uma ótima perspectiva sobre as competências, sobre o profissionalismo e o conhecimento dos candidatos, o que permite que você avalie melhor qual deles está pronto para a vaga aberta.

2º lei – Hire slow fire fast

Essa segunda lei, antes de conhecê-la, me custou muito dinheiro. Portanto, preste bem atenção, faça uma tatuagem no braço, mas não esqueça que você deve “hire slow fire fast”, ou seja: contrate devagar e demita rápido.

Então, aqui vai uma dica importante: se você deseja realizar contratações de funcionários para começarem a trabalhar daqui um ou dois meses, já comece o processo seletivo agora. Dessa forma tem tempo de anunciar a vaga, para planejar as entrevistas, realizá-las e, por fim, escolher o melhor candidato.

Quanto às demissões, seguindo a frase “hire slow fire fast”, elas devem ser feitas de forma rápida, de modo que você não perca tempo e nem dinheiro com um funcionário que não dará certo. As primeiras três semanas são decisivas para isso!

E lembre-se: se a primeira escolha não der certo, você não precisa iniciar o processo todo de novo, pois terá no mínimo outras nove opções.

Para aprender outras dicas sobre o assunto, veja também como foram as minhas três primeiras contratações e continue navegando pelo blog!

[E-BOOK] GUIA DEFINITIVO DO MARKETING DIGITAL

Descubra aqui Como Usar a Internet para Alavancar suas Vendas ou Criar um Negócio Digital 100% do Zero

Insira seu email e receba o ebook: